Facebook

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Curiosidades sobre as mamãe Gatinhas!





Os Gatos são ótimos animais de estimação eu mesma ja tive vários gatinhos e sou apaixona.
por isso postarei agora um pouco sobre as mamãe gatinhas.

Tem coisa mais adorável que uma ninhada de gatinhos? Eles são fofos e grudam em qualquer parte da sua roupa.
A mamãe gata, como qualquer outra mamãe, exibe um comportamento inerente à espécie e pode diferenciar bastante do comportamento que ela geralmente expressa.

Os componentes do comportamento materno normal da gata são a lambedura e higiene, orientação do filhote e desmame. Esse comportamento é controlado pela ação de hormônios, pela própria experiência da gata, por tendências hereditárias e o estímulo do filhote.

As cadelas mamães de “primeira viagem” podem, devido a uma série de fatores, rejeitar um ou todos os filhotes. Esse fato é bastante raro em gatas, sendo elas de “primeira viagem” ou não, embora casos de canibalismo dos filhotes já tenham sido relatados.

De forma geral a mamãe vai cuidar dos gatinhos adequadamente desde o nascimento até depois do desmame.

Após o nascimento do gatinho, a mamãe vai retirá-lo da placenta, cortar o cordão umbilical e começar a lambê-lo. A lambedura do filhote nesse momento vai servir para limpar, secar, estimular a respiração e guiar o filhote para as mamas. O estímulo de lambedura também vai estimular o filhote a urinar e defecar por 14 dias. O comportamento de lambedura da gata é mais intenso que o da cadela. No princípio ela vai lamber a si própria, os filhotes e o chão, aonde ela pariu. A cada duas horas ela se levanta para se espreguiçar, comer, urinar e defecar. É importante cuidar da mamãe gata enquanto ela está nesse período, ela se sente vulnerável ao ataque de qualquer predador. Manter o alimento e a caixa de areia próximos e manter as crianças, cães e adultos barulhentos mais afastados é essencial para que ela se sinta protegida.

Gradualmente os intervalos que ela passa longe dos filhotes ficam mais longos e quando ela volta ela começa a lamber os filhotes para acordá-los e assim eles começam a mamar. Durante 20 a 30 dias a gata vai procurar os filhotes na mesma frequência com que eles a procuram. Depois desse tempo, os filhotes passam a procurar mais a mãe, que o contrário, o que indica que o desmame começou. O desmame vai começar a acontecer a partir da sexta semana, quando a gata passa a alimentar os filhotes cada vez menos. Após oito semanas, a gata vai começar a trazer suas presas mortas para a ninhada, e depois as trará vivas, ensinando os filhotes a caçar e matar. Nessa idade o trato gastrintestinal dos filhotes estará pronto para digerir alimentos sólidos. É normal acontecer dos filhotes ainda mamarem eventualmente durante vários meses.

Quando o dono move a gata e seus filhotes de lugar, nos primeiros dias após o parto, a gata pode pegar os filhotes um por um e retornar para o local do primeiro ninho. Depois, durante as primeiras duas a três semanas a gata pode mudar os filhotes de lugar várias vezes. Uma característica importante nos felinos é a capacidade de várias mães criarem seus filhotes no mesmo lugar, por isso é relativamente fácil mover filhotes de ninhada para ninhada.

Infelizmente algumas aberrações no comportamento materno felino podem ocorrem, tais como canibalismo e comportamento materno insuficiente por parte da mãe. Eventualmente em casas com duas gatas em que uma se torna mamãe, a outra gata pode desenvolver um comportamento maternal. O mesmo pode acontecer quando um filhote chega a uma casa onde havia uma gata adulta, com essa permitindo inclusive a amamentação.

No geral a mamãe gata é muito carinhosa com seus bebês e esse carinho pode ser estendido para os outros habitantes da casa. É importante cuidar e respeitar esse momento da gata mamãe.

. Para os donos de gatos "Ser mamãe de gato" não é tarefa fácil e requer uma elevação espiritual que outras pessoas comuns não possuem. Quer um exemplo? Sabe aquela amiga que fala:
- Eu não sei como você aguenta esses gatos, nossa, quanto pêlo, e eles são tão independentes, que não gostam de você. Só gostam da casa.

Agora, observe bem quando ela fala isso, você consegue olhar no fundo dos olhos dela e ver sabedoria? Ou amor verdadeiro? Ou paz? Não... vai por mim, as mamães de gatos são definidamente mais evoluídas. Quando você ouvir esse discurso novamente e tiver bem paciente, fale sobre as vantagens de ter um gato e o quanto você é feliz, apesar dela dificilmente entender o que você fala, ou então, faça como eu, sorria, balance a cabeça concordando e diga Eu AMO GATOS!



Nenhum comentário:

Postar um comentário