Facebook

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Poema


Este Poema

Um poema

Que seja...
Um poema
De quem deseja
Ser mais do que a brisa
Que percorre as noites solitárias
As tuas noites solitárias...
O poema sem poeta,
Livre da mão que o escreveu
Liberto de quem o declama.
Esse poema
(este)
Fica aqui
Na solidão
Do chão onde choveu
Coberto de lama,
Para que alguém distraído
(quiçá tu)
O ache
Quiçá (tu)
O ame.

[Emílio Miranda]
Este Poema

Um poema
Só
Que seja...
Um poema
De quem deseja
Ser mais do que a brisa
Que percorre as noites solitárias
As tuas noites solitárias...
O poema sem poeta,
Livre da mão que o escreveu
Liberto de quem o declama.
Esse poema
(este)
Fica aqui
Na solidão
Do chão onde choveu
Coberto de lama,
Para que alguém distraído
(quiçá tu)
O ache
Quiçá (tu)
O ame.

[Emílio Miranda]

Nenhum comentário:

Postar um comentário